Você está aqui
Home > Rotax > Portugueses Deram O Seu Melhor em Portimão

Portugueses Deram O Seu Melhor em Portimão

 

Estiveram nas “Heróis do Karting” Rotax Max Challenge Grand Finals 2017 nove participantes portugueses, que se dividiram por cinco das seis categorias a correr no Kartódromo Internacional do Algarve. Apenas entre os participantes da 125 Mini-MAX não figurou nenhum representante do nosso país.

Os melhores resultados de entre todos os portugueses, acabaram por surgir na 125 Micro-MAX, onde o luso espanhol Adrian Malheiro venceu a Pré-Final, concluindo depois em 10º na Final. Malheiro largou da pole position, mas sofreu um toque que o relegou para 11º. O jovem luso-espanhol ainda conseguiu recuperar uma posição durante a corrida, para fechar o top 10. Também na mesma categoria correu João Oliveira. O jovem da Batalha, largou de 22º, conseguindo após uma belíssima prova, recuperar para concluir no top 13, após ganhar nove lugares em pista.

Na categoria DD2, os três portugueses presentes lograram obter um lugar na Final. Mariano Pires seria o único dos três a concluir a prova, na 16ª posição. Na sua estreia num evento desta grandeza, o jovem português partiu do 28º lugar, conseguindo recuperar para concluir às portas do top 15. Menos sorte tiveram, Pedro Pinto e Bruno Borlido que não conseguiram concluir a corrida. Bruno Borlido abandonou quando, após sair de 25º e recuperar até ao 13º lugar, foi vítima de um toque que o forçou à desistência. Para Pedro Pinto, a corrida praticamente não chegou a existir. Saindo da 21ª posição para a Final, o piloto português foi vítima de um toque ainda na primeira volta, que o impediu de confirmar as boas indicações deixadas durante todo o fim-de-semana.

Na DD2 Masters, dos dois representantes lusos, apenas Vítor Mendes conseguiu assegurar um lugar na Final. Excelente corrida de Vítor Mendes, que após sair da penúltima linha da grelha de partida, foi capaz de recuperar até 23º. Já António Bravo Lima, não conseguiu evitar alguns contratempos que o impediram de assegurar uma posição na grande Final, concluindo a prova no 52º lugar.

Na 125 MAX (também conhecida como Sénior), o ‘nosso’ Gonçalo Coutinho conseguiu a proeza de se qualificar para a Final. O português largou de 27º, caiu nas primeiras voltas para 34º, conseguindo subir um lugar para terminar em 33º.

Referência ainda para o nosso representante na 125 Júnior-MAX, Guilherme de Oliveira, que também não conseguiu estar presente na Final, concluindo a prova na 49ª posição. O jovem de Vila Nova de Gaia, foi-se mostrando rápido nas manches de qualificação, mas foi literalmente perseguido pelo azar, sendo vítima de vários toques que condicionaram o seu resultado final.

Fotos: Rotax Max Challenge/CITYFOTO

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top