Você está aqui
Home > CIK FIA > Elckmann Obtém Dobradinha em Assen

Elckmann Obtém Dobradinha em Assen

 

Peter Elckmann

O duelo entre o alemão Peter Elkmann (Anderson/VM) e o checo Adam Kout (MS Kart/DEA) teve lugar, como esperado, durante a segunda etapa do CIK-FIA Campeonato Europeu de Super Kart, em Assen (Holanda) no pretérito fim de semana de 4 a 6 de Agosto. Coube a Yannick De Brabander (MS Kart/VM) apresentar-se como o intermediário desta batalha dos líderes, já que recorrentes problemas mecânicos e dois abandonos o impediram de lutar pelas vitórias. Andreas Jost (Anderson/VM) desempenhou o papel do terceiro piloto  mais eficaz, apresentando tempos por volta que nada ficaram a dever aos de Elkmann.

Os treinos de Qualificação, no entanto, não deixaram antever um confronto tão equilibrado nas corridas. Bastante calmo, Elkmann imediatamente se agarrou à pole position para depois se limitar a assistir à disputa pelos restantes lugares. Os dois britânicos Liam Morley (Anderson/DEA) e Daniel Clark (Anderson/VM) ficaram atrás de sim, num abismal hiato de dois segundos! Elkmann chegou inclusivamente a bater o recorde da volta mais rápida em Assen (1’34”526), com um ganho de meio segundo relativamente à pole em 2016. Na segunda sessão, Kout, que havia resolvido seus problemas de travões, juntou-se ao seu oponente na primeira fila, mas com uma diferença que nunca havia sido tão significativa entre eles. Apesar dos inúmeros problemas que teve de enfrentar, De Brabander estava satisfeito por se instalar na terceira fila, na companhia de Jost, atrás da dupla britânica.

Início da Corrida 1

Na corrida 1, De Brabander abandonou ainda durante a primeira volta, e Kout rapidamente assumiu a liderança. A correr em casa, Marcel Maasmann (Anderson/VM) estava bem posicionado, mas Daniel Clark começou ainda melhor e surpreendeu Elkmann para ocupar o 2º lugar, ainda que brevemente. Tudo mudou rapidamente e as posições alteraram-se no final da primeira volta, com Kout a liderar na frente de Elkmann. Jost estava colado a Clark, depois vinha Maasmann, Jason Dredge (Anderson/PVP) e Morley.

A corrida foi animada, excitante até. Elkmann procurou o erro de Kout mas sem sucesso. Com metade da prova disputada, Jost estava a estabelecer as voltas mais rápidas, aproximando-se gradualmente dos dois líderes, ainda lutando entre si. Mais longe, Morley aproximou-se de Clark enquanto Maasmann perdia aos poucos o contacto. A três voltas do final, Elkmann surpreendeu Kout, que foi forçado a levantar o pé, com duas rodas fora da pista. Na volta seguinte, após várias tentativas, Jost ultrapassou Kout, formando uma dupla alemã atrás de Elkmann. Morley superou Clark pela a 4ª posição, enquanto Maasmann a muito custo preservava o seu 6º lugar na frente de Dredge.

As lições da Corrida 1 sugeriam que Kout tinha os meios para finalmente vencer esta temporada, mas esse não foi o resultado na 2ª Corrida do programa, o que ficou bem claro desde o início do duelo entre os dois favoritos. Elkmann assumiu a liderança no início e Kout assumiu o papel do perseguidor, sem poder seguir o ritmo estabelecido pelo líder. Jost, novamente muito rápido, atacou Kout logo após superar Maasmann, enquanto Clark abandonava pouco depois do início. Muito bem, estava Morley a tentar recuperar do déficit criado após um pequeno erro.

Início da Corrida 2

Atrás de Guido Kleinemeyer (PVP/DEA) isolado no 6º lugar, ocorria uma intensa luta entre um grupo de pilotos que incluia incluindo Recardo Van Dijk (MS Kart/VM), Leo Kurtsjens (MS Kart/VM), Jaime Zuleta (MS Kart/VM ), Carl Hulme (Anderson/VM) e Etienne Aebischer (MS Kart/VM). Zuleta estava rápido na 7ª posição, mas abandonou a uma volta do final, enquanto Maasmann também desistiu devido a um problema na caixa de velocidades. Elkmann abriu uma distância de 3s à frente de Jost e Kout, enquanto fechou emMorley terminou em 4º, seguido de Kleinemeyer.

Peter Elkmann (76 pts) gere agora uma bela vantagem graças a três vitórias, enquanto Liam Morley (57 pts) ocupa o 2º lugar à frente de Adam Kout (52 pts), que terá que operar um milagre para manter as suas chances de disputar o título na competição final, a ser realizada em Le Mans nos dias 28 e 29 de Outubro.

Na CIK-FIA Mono Cylinder Cup, o australiano Jordan Ford (Anderson/DEA) também foi um duplo vencedor, chegando mesmo a rubricar melhores que os de alguns pilotos da Divisão 1, o que lhe deu acesso à classificação principal. Ele lidera o ranking provisório com 84 pontos, seguido de Gavin Bennett (Anderson/DEA), 73 pts e Paul Platt (PVP/Gas Gas), com 70 pts.

Fotos: Oficiais/CIK-KSP)

Atmosphere_Assen_1

A atmosfera em Assen foi excelente

Adam_Kout_Assen_1

Adam Kout

Andreas_Jost_Assen_1

Andreas Jost

Jordan_Ford_Assen_1

Jordan Ford

 

Facebook
Twitter

 

Artigos Semelhantes

Top